Maquininha com a menor taxa – 10 opções para o seu bolso

A maquininha com a menor taxa do mercado pode variar um pouco dependendo do tipo de pagamento que você recebe – se for prestador de serviço ou comerciante – no entanto, é importantíssimo conhecer cada uma dessas opções para ter vantagem.

Anúncios

Portanto, para descobrir quais tipos de maquininhas existem e, como elas influenciam nas taxas que você precisa pagar, continue essa leitura até o final.


Maquininha com a menor taxa: para que servem as taxas?

Primeiramente, é interessante destrinchar o que é uma taxa de cartão e, também, como esse fator é importante na hora de você decidir sobre qual vai adquirir. Essas questões são essenciais para que você obtenha aquele serviço adequado para o que você  busca.

Sob o nome técnico de registradores de recebíveis, as maquininhas de cartão apenas servem de plataforma entre uma instituição financeira (um banco tradicional) ou fintech (um banco digital) e o seu cliente, geralmente, você.

Portanto, veja-as como um mecanismo comum de cobrança, que interliga você ao seu banco. E, como em qualquer troca que envolve dinheiro, quando existem custos, taxas que podem ser maiores ou menores.

Desta forma, quanto maior for o volume de vendas de uma empresa, menores devem ser as taxas cobradas pelas instituições que promovem o serviço das máquinas de cartão. Um ótimo exemplo são os supermercados, com volume de vendas sendo priorizado ao resto.

Anúncios

As taxas que você encontrará serão divididas em três tipos – representando processos de compras distintos que você encontrará disponíveis:

  • Débito
  • Crédito à vista
  • Crédito parcelado (geralmente em até 12 vezes)

Portanto, cada vez que você, como comerciante, receber um pagamento pela maquininha usando um destes três tipos de pagamento, ela registrará a opção do seu cliente e, dependendo dessa opção, você terá maior ou menores taxas sendo cobradas.

Por exemplo, se a compra feita pelo cliente possui um valor de R$100,00 e o valor da taxa no débito é de 2%, sendo a que possui maior volume, você receberá R$98,00, enquanto uma compra no crédito, com menos volume, custará 4%, revertendo para você R$96,00.

Essa taxa funciona como um pedágio cobrado pelas instituições financeiras sobre as empresas. Por isso é importante conhecer a maquininha com menor taxa para evitar maiores descontos como esse.


Taxas da sua maquininha e a SELIC

Agora, você deve estar se perguntando o que a taxa SELIC tem a ver com a maquininha com menor taxa e, principalmente, com você mesmo.

No entanto, antes de responder essa pergunta, é interessante explicar o que é a taxa SELIC para você e, então, depois disso, complementar a informação com o motivo de ambas as coisas possuírem uma ligação muito profunda.

A taxa SELIC é a taxa básica de juros da economia do país. Portanto, tem como uma de suas funções indexar, ou seja, influenciar as taxas de juros que usamos diariamente. Isso quer dizer que seu valor influencia os juros bancários, que são baseados nela.

Portanto, a ligação que a taxa da sua maquininha e a taxa SELIC podem se conectar de forma mais clara. Quanto maior a SELIC, maior serão as taxas cobradas pelas empresas detentoras da sua maquininha de cartão. 


Melhor maquininha com a menor taxa por categoria

Como comentado anteriormente, as maquininhas de cartão possuem tipos diferentes de opções de pagamento. Portanto, você como cliente ou como prestador de serviço/ comerciante, terá acesso a modalidades de:

  • débito
  • crédito à vista
  • crédito parcelado

Também como já comentando, cada um deles possui suas características específicas e taxas. No entanto, oficialmente, as taxas de débito são as mais baixas e as de crédito parcelado as mais altas, independente do volume de uso.

Além disso, é importante afirmar que o crédito parcelado transforma número de parcelas e mais taxas para você, prestador de serviço/ comerciante que disponibiliza o modelo de pagamento.

Entretanto, há um diferencial muito importante que pode tornar seu negócio mais ou menos vantajoso: o seu cadastro. Isso quer dizer que optar por CPF, MEI e CNPJ pode fazer uma pequena diferença que, no final do mês, na ponta do lápis, se provará eficaz.

Isso acontece porque as taxas oferecidas para cadastros de PF (pessoa física) tendem a ser iguais ou um pouco (pouco mesmo) maiores que aquelas oferecidas para cadastros de PJ (pessoa jurídica). Fique atento a esses detalhes.


Taxa no débito

O débito é com certeza um fator que torna sua maquininha com menor taxa, uma possibilidade muito acessível. Além de ter as menores taxas, também cria uma enorme facilidade para o cliente e para o prestador de serviço/ comerciante.

O motivo? O dinheiro chega na hora para você, comerciante, e não cria dívidas futuras, para você cliente.

Ranking das melhores maquininhas com menor taxa no débito:

  • PagSeguro – 0% (promoção limitada)
  • Rede – 1,29%
  • Yelly – 1,39%
  • SumUp – 1,35%

Entretanto, vale a pena lembrar que o volume de pagamentos feitos com um dos três tipos também influencia no valor das taxas (para menos). Portanto, essas taxas, que já são baixas, podem ser ainda mais diminuídas.


Taxa no crédito à vista

A maquininha com menor taxa de crédito à vista é a segunda opção de custos inferiores para você, prestador de serviço/ comerciante.

Portanto, quando usar, saiba que o uso do crédito à vista permite que a totalidade do valor seja retirada da sua conta apenas durante o pagamento da fatura do seu cartão de crédito.

Entretanto, você, prestador de serviço ou comerciante, que recebeu o pagamento no crédito à vista, terá a opção, junto a instituição bancária, de receber o dinheiro na hora, alguns dias depois ou somente quando o cliente pagar sua fatura de cartão de crédito.

Contudo, leve em consideração que as taxas podem ser maiores se você optar por receber na hora. Aqueles que esperam até o pagamento da fatura, feito pelo cliente, oferece as menores taxas.

Nem todas as instituições financeiras oferecem várias opções de recebimento por parte do estabelecimento. Esteja sempre atento a esse ponto antes de contratar a sua maquininha de cartão de crédito.

As melhores maquininhas com menor taxa no crédito à vista:

  • Ton – 0,99%
  • SumUp – 1%
  • C6 Pay – 2,49%

A grande diferença entre débito e crédito à vista é o prazo de pagamento. 

Você, consumidor, que faz uso de débito tem o valor debitado da sua conta na hora, enquanto os que usam o crédito à vista efetuam a compra e só são debitados durante a quitação da fatura.


taxa no crédito parcelado

As taxas oferecidas para o crédito parcelado são as mais altas pelo risco de inadimplência ser mais alto que os demais, no entanto, ainda é uma opção para o cliente e prestadores de serviço/ comerciantes que as usam.

Além disso, essas taxas são mais altas porque a instituição demorará a quantidade de meses para receber o valor total da compra. Mesmo assim, como a opção anterior, poderá optar por ter o valor total, mediante a possibilidades e regras da instituição bancária.

A maquininha mais barata no crédito parcelado é a Pagseguro, com taxa de 3,79% em 12 vezes e recebimento em 30 dias.

As melhores maquininhas com menor taxa no crédito parcelado em 12 vezes:

  • PagSeguro – 3,79%
  • SumUp – 4,30%
  • SafraPay – 6,05%

Algumas maquininhas permitem parcelamentos maiores que 12 vezes, mas isso interfere no valor das taxas, portanto, as que estão listadas aqui, são aquelas mais em conta para este período específico de 12 meses.

A maquininha com menor taxa para transações de crédito parcelado são úteis para compras de maiores valores. Isso se reflete tanto para o consumidor, quanto para o prestador de serviço/ comerciante quanto para as empresas das maquininhas.


Conclusão sobre maquininha com a menor taxa

Em resumo, a maquininha com a menor taxa pode variar do tipo de pagamento que você oferece para o seu cliente – ou que você, como cliente, opta por pagar para o prestador de serviço/ comerciante com que compra.

Portanto, fique atento a essas diferenças na hora de fazer a sua solicitação de produto (a maquininha no caso) para poder aproveitar as melhores taxas dentro da realidade do seu serviço.


Escrito por Rodrigo Carvalho

Publicitário e Redator que gosta de escrever sobre tudo.