Conta Superdigital Santander – Entenda quem pode obter 

A Conta Superdigital Santander já foi aberta por mais de 1,9 milhões de brasileiros, sendo que a empresa já operou mais de 70 milhões de transações em todo o mundo.

Anúncios

Além disso, 2,9 milhões de cartões físicos e virtuais já foram emitidos.

Prossiga a leitura e conheça mais sobre a empresa e quais os diferenciais da conta.

Conhecendo a empresa

Surgiu no ano de 2012 com o intuito principal de simplificar a vida financeira de seus clientes.

Assim, 5 anos depois, foi comprada pelo Santander, ampliando a qualidade e todas as opções de serviços.

Por isso, podemos afirmar que o cliente que opta pela abertura da Conta Superdigital Santander, também pode conferir a segurança de um banco tradicional.

Anúncios

Ao mesmo tempo, o propósito principal é trazer o remédio aos clientes que sempre têm que lidar com a dor de cabeça do processo de abertura de conta, seja por taxas abusivas, necessidade de enfrentar filas infindáveis ou burocracia.

Com esta empresa a história muda porque ela nasceu para que você lide com o dinheiro de maneira acessível e rápida.

Principais diferenciais da Conta Superdigital Santander

  • Conta 100% digital e gratuita;
  • A empresa não pede comprovação de renda, não consulta órgãos como SPC ou Serasa e não faz análise de crédito, isto é, negativados podem solicitar;
  • Receba e transfira dinheiro para qualquer banco;
  • Faça compras com o cartão pré-pago de bandeira Mastercard;
  • Faça saques no exterior pela rede Cirrus;
  • Cobre qualquer pessoa de forma simples;
  • Solicite outros serviços como, por exemplo, o empréstimo.

Quem pode fazer a abertura?

Basta que você tenha um CPF ativo e mais de 18 anos para abrir a Conta Superdigital Santander.

Portanto, ao cumprir com tais requisitos, é necessário que você clique no botão abaixo para fazer a abertura:

Se você é menor de 18 anos, precisa pedir para que o seu responsável faça a abertura da conta e te dê um cartão adicional.

Enfim, se for um refugiado e pretenda fazer a abertura, é necessário regularizar a sua situação no Brasil e depois se cadastrar por meio do app ou site.

Escrito por Luciana Sampaio

Entusiasta de novas tecnologias e da escrita, encontrou no Jornal útil a oportunidade de escrever sobre temas do seu interesse que englobam o mercado financeiro.