Impeachment de Trump: Casa Branca reteve ajuda à Ucrânia logo após Zelensky

0
90

A Casa Branca tentou congelar a ajuda à Ucrânia apenas 91 minutos depois que o presidente Trump falou com o presidente Volodymyr Zelensky por telefone em julho, revelou um e-mail do governo recém-divulgado.

O e-mail, dizendo ao Pentágono para “adiar”, foi enviado por um alto funcionário da Casa Branca.

No telefonema, Trump pediu ao líder ucraniano que investigasse seu rival político, o democrata Joe Biden.

Trump foi acusado por abuso de poder sobre o assunto.

Os democratas dizem que o telefonema mostra que Trump usou o escritório para obter ganhos políticos pessoais.

Um denunciante americano que ouviu falar sobre a conversa levantou preocupações, o que acabou desencadeando o inquérito de impeachment.

Trump foi formalmente impugnado pela Câmara dos Deputados sob controle democrata na quarta-feira, mas é improvável que seja destituído do cargo, pois o caso será julgado no Senado dos EUA, onde seu partido republicano tem maioria.

O que há no email?
O e-mail recém-lançado foi obtido pelo Center for Public Integrity após uma ordem judicial em um caso de liberdade de informação.

Isso mostra que um funcionário da Casa Branca, Mike Duffey, entrou em contato com oficiais da defesa sobre reter a ajuda da Ucrânia pouco mais de uma hora e meia depois que Trump terminou uma ligação em 25 de julho com o presidente Zelensky.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here