Messi admite ter considerado deixar Barcelona em 2013

0
58

Lionel Messi admite ter considerado deixar Barcelona em meio a investigação de fraude fiscal em 2013

Cinco vezes vencedor do Ballon D’or e capitão do Barcelona Lionel Messi revelou que considerou deixar o clube em 2013.

O internacional argentino, que está em Barcelona desde os 13 anos e é o maior artilheiro de todos os tempos, disse que se sentiu ‘mal tratado’ pela Espanha quando foi investigado por fraude fiscal em 2013.

Ele foi considerado culpado em 2016, juntamente com seu pai Jorge, por fraudar o governo espanhol de 4,2 milhões de euros entre 2007 e 2009 sobre a renda obtida com os direitos de imagem.

Messi recebeu uma sentença de prisão de 21 meses e foi condenado a pagar uma multa de € 2 milhões. No entanto, ele não cumpriu pena de prisão depois que conseguiu trocar sua sentença por uma multa de € 250.000, pois na Espanha os réus sem uma condenação anterior podem cumprir qualquer sentença de menos de dois anos em liberdade condicional.

Ele foi investigado pela primeira vez em 2013, iniciando uma série de casos de fraude fiscal contra jogadores de alto nível na Espanha, incluindo Cristiano Ronaldo, Javier Mascherano e Marcelo.

“Sinceramente, naquele momento, pensei em sair”, confessou Messi à estação de rádio RAC1, com sede em Barcelona, ​​em entrevista transmitida na quarta-feira.

“Não por causa do Barcelona, ​​mas porque queria deixar a Espanha, me senti muito mal tratado e não queria mais ficar aqui.”

“Eu tinha minhas portas abertas para muitos clubes, mas nunca recebi uma oferta oficial porque todo mundo sabia que eu realmente queria ficar. Essa situação foi muito além dos meus sentimentos pelo Barça”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here