O que é orçamento familiar e como elaborar? 

O orçamento familiar é uma ferramenta essencial para a saúde financeira de qualquer família. 

Anúncios

Ele permite visualizar todas as receitas e despesas ao longo de um período, geralmente mensal. 

Imagine-o como um mapa detalhado que guia suas finanças, evitando que as despesas ultrapassem a renda disponível e possibilitando o alcance de metas financeiras e de vida. 

No texto de hoje você descobrirá a importância dessa ferramenta, encontrará dicas para elaborar o seu e muito mais! 

Então, não perca a oportunidade de transformar suas finanças, leia o texto. 

Anúncios

O que é orçamento familiar e como funciona?

O orçamento familiar é, em essência, um plano financeiro detalhado que mapeia todas as receitas e despesas da família. 

É a sua bússola para navegar no mar das finanças, te guiando na tomada de decisões conscientes e inteligentes. 

Para entender melhor sua estrutura, saiba que ele é composto por três principais pilares, sendo eles: 

  • Receitas;
  • Despesas;
  • Saldo.

As receitas representam todos os ganhos, por isso, você deve mapear todas as fontes de renda da família, como salários, rendimentos de investimentos, aluguéis, etc. 

Seja detalhista e inclua até mesmo pequenos valores, como mesadas ou trabalhos extras.

As despesas, por sua vez, é o que consome seu dinheiro. Classifique seus gastos em categorias, como moradia, alimentação, transporte, saúde, educação, lazer e outros. 

Nessa etapa, é indispensável ser o mais específico possível, dividindo as categorias em subcategorias. 

Por exemplo, em “alimentação”, você pode incluir supermercado, restaurantes, delivery, etc.

O último pilar que faz parte da estrutura do orçamento familiar é o saldo. Ele representa a subtração das despesas nas receitas e revelará o saldo do seu orçamento. 

Um saldo positivo indica que você está no caminho certo, enquanto um saldo negativo sinaliza a necessidade de ajustes.

Quando houver saldo positivo, significa que a sua família já está pronta para amadurecer esse orçamento e começar a poupar e investir. 

+ Cartão de crédito ou débito? Qual é a melhor opção?

Por que o orçamento familiar é importante?

Imagem: Canva

O orçamento familiar é fundamental por várias razões. Por exemplo, com ele, você pode conquistar a estabilidade financeira que tanto deseja. 

Isso porque, com um orçamento bem elaborado, você evita surpresas desagradáveis e mantém suas finanças sob controle.

Ele também é uma ferramenta importante para te ajudar a planejar o futuro. Todos os membros da família podem unir esforços para cumprir seus deveres financeiros, evitar dívidas e atingir objetivos pessoais.

O orçamento considera tanto as necessidades básicas (moradia, alimentação, etc.) quanto os desejos individuais (educação superior, tratamentos, etc.). 

Agora que já aprendeu um pouco sobre a importância, que tal conhecer alguns dos principais benefícios? 

Quais são os benefícios obtidos ao usar o orçamento familiar?

Elaborar um orçamento familiar não se resume apenas a números e planilhas. 

É um exercício que transforma sua relação com o dinheiro, trazendo diversos benefícios práticos e emocionais. 

Um deles é dizer adeus as surpresas desagradáveis, uma vez que, com o orçamento, você terá total controle sobre seus gastos e evitará apertos no final do mês.

Sabe aquela sensação de estar sempre no limite? Com essa ferramenta, você dirá adeus a essa sensação. 

Os seus objetivos também estarão ao alcance das suas mãos. Por exemplo, sonha em viajar para o exterior, comprar a casa própria ou garantir a melhor educação para os filhos? 

Com um orçamento bem definido, você terá um roteiro claro para alcançar seus objetivos, seja a curto ou longo prazo.

A segurança financeira traz paz de espírito e reduz o estresse relacionado ao dinheiro. Ao ter as finanças sob controle, você poderá aproveitar a vida ao lado da família sem preocupações.

Além disso, ela uma ótima oportunidade para ensinar educação financeira para as crianças desde cedo. 

Envolver as crianças na elaboração do orçamento familiar é uma oportunidade ímpar de ensiná-las sobre a importância de administrar o dinheiro de forma responsável. 

Decerto, é um presente valioso que impactará positivamente suas vidas futuras.

Enfim, ela também pode estimular um relacionamento familiar mais forte, dado que, pode ser um excelente ponto de partida para diálogos abertos e honestos sobre dinheiro entre os membros da família. 

Em consequência disso, há uma contribuição para a construção de um relacionamento mais unido e transparente.

Como elaborar?

Elaborar esse orçamento não precisa ser um bicho de sete cabeças. Siga nossas dicas e dê o primeiro passo para a sua liberdade financeira. 

Em primeiro lugar, reflita sobre seus sonhos e metas financeiras, tanto a curto quanto a longo prazo. Isso te dará um norte para direcionar seus esforços.

Em seguida, junte extratos bancários, recibos, notas fiscais e qualquer outro documento que comprove suas receitas e despesas dos últimos meses.

No próximo passo, você deve escolher uma ferramenta apropriada. Existem diversos métodos para elaborar um orçamento, desde planilhas simples até aplicativos sofisticados. 

Opte por aquele que se encaixa melhor no seu perfil e rotina.

Após escolher, anote com cuidado todas as suas entradas de dinheiro, detalhando a origem e o valor de cada uma.

Além disso, categorize cada gasto conforme a sua estrutura predefinida. Seja honesto e inclua até mesmo aqueles “pequenos prazeres” que podem pesar no bolso no final do mês.

Não se esqueça de sempre subtrair o saldo, para determinar se está gastando mais do ganha e adotar estratégias para mudar a situação. 

O orçamento familiar é um documento dinâmico que deve ser revisado periodicamente, pelo menos a cada mês. Adapte-o conforme suas necessidades e objetivos mudarem.

É indispensável conversar abertamente com sua família sobre o orçamento. Inclua todos na construção do plano e incentive a participação de cada um.

Fora isso, se você nunca fez um orçamento antes, comece com um período curto, como uma semana ou um mês. 

Dessa forma, você conseguirá se familiarizar com o processo e identificar seus pontos fortes e fracos.

Não tente cortar todos os seus gastos de uma vez. Comece com pequenas mudanças e vá ajustando gradualmente o orçamento conforme se adapta às novas rotinas.

Enfim, utilize ferramentas digitais para criar seu orçamento familiar. 

Diversos aplicativos e plataformas online podem te auxiliar na gestão do seu orçamento. 

Explore as opções disponíveis e encontre a que melhor se encaixa em suas necessidades.

Conclusão

O orçamento familiar é mais do que números; é uma ferramenta para alcançar sonhos e viver com tranquilidade. 

Portanto, comece hoje mesmo a elaborar o seu orçamento e coloque-o em prática. Sua família agradecerá!

Leia também: O que é um cartão virtual e quais são as vantagens em usar?