Cartão de crédito Caixa Sim – Saiba quem pode obter

O Cartão de crédito Caixa Sim é voltado para o público que gosta de resolver as coisas de forma simples, sem pagar nada a mais por isso.

Anúncios

Portanto, um dos principais benefícios é que o cartão é isento de anuidade.

E além desta, outros diferenciais são garantidos, algo que iremos abordar ao decorrer do conteúdo.

Conhecendo a empresa

Caixa Econômica Federal é um banco conhecido por todos os brasileiros, tendo em vista que é uma instituição financeira sob a forma de empresa pública.

Isso significa que é responsável por gerenciar os programas sociais do governo.

Por exemplo, a Caixa é quem paga os beneficiários do bolsa família.

Anúncios

Ou seja, os produtos e serviços não estão limitado somente ao Cartão de crédito Caixa Sim.

Através de outros serviços como as contas, empréstimos, financiamentos e investimentos, a empresa atende a diversos clientes.

Sendo assim, tem por visão ser o maior parceiro dos brasileiros, reconhecido pela capacidade de transformação, com rentabilidade e eficiência.

Para isso, a instituição está centrada nos objetivos e ações de gestão que têm por intuito simplificar e garantir maior flexibilidade durante os processos.

Principais diferenciais do cartão de crédito Caixa Sim

  • Faça o controle das despesas do cartão pelo app;
  • Receba SMS de forma gratuita referente às suas despesas;
  • Confira taxas de juros inferiores;
  • Faça compras em lojas físicas ou virtuais, dentro ou fora do Brasil;
  • Parcele a fatura em até 36 vezes, caso seja necessário.

Quem pode obter?

Qualquer cliente pode solicitar, desde que seja maior de 18 anos ou emancipado maior de 16.

Pessoas assistidas pelos pais, porém que têm um rendimento próprio, também podem solicitar o Cartão de crédito Caixa Sim.

Nesse sentido, tenha em mãos seu documento de identidade, além do CPF.

Além disso, a empresa solicita os comprovantes de renda e de residência para prosseguir.

Escrito por Luciana Sampaio

Entusiasta de novas tecnologias e da escrita, encontrou no Jornal útil a oportunidade de escrever sobre temas do seu interesse que englobam o mercado financeiro.