Valores a receber – Saiba o que é e como fazer a consulta 

Valores a receber é uma ferramenta do Banco Central que permite aos brasileiros verificar se tem algum valor esquecido por uma das entidades supervisionadas pelo Banco Central. Assim, é possível solicitar a devolução dos recursos.

Anúncios

Nesse sentido, vale destacar dentre estas entidades os bancos, instituições financeiras e consórcios.

Mas, a ferramenta foi anunciada em janeiro e ainda tem mais de 6,8 milhões de empresas e brasileiros que não consultaram os valores.

Por isso, entenda a seguir os detalhes do serviço e como você pode consultar.

Como funciona a ferramenta

Caso você faça a consulta dos valores a receber e tenha algo para resgatar, entenda que isso ocorre em até 12 dias úteis depois da solicitação.

Carlos Eduardo Gomes, chefe do Departamento Institucional do Banco Central, nos ofereceu a informação, além de que há a possibilidade de resgatar por Pix.

Anúncios

Este tipo de resgate se aplica para instituições financeiras e bancos que aderiram a termo específico junto ao Banco Central, sendo que o dinheiro cai na conta informada pelo beneficiário no Registrato.

Caso contrário, é necessário que a pessoa informe os dados de contato no sistema, para que a instituição venha informar o meio de pagamento ou de transferência.

Também é importante que você saiba o seguinte:

O BC informou que o valor médio resgatado por CNPJ ou CPF seria de R $142,85, sendo que mais de 28 milhões de brasileiros serão beneficiados.

Outro ponto que deve ser evidenciado seria quais produtos podem estar relacionados aos valores a receber

  • Parcelas ou tarifas cobradas indevidamente em operações de crédito, contanto que a devolução esteja prevista em Termo de Compromisso assinado com o BC. Se a instituição enviar os dados ao Banco Central antes de fevereiro de 2022, os valores podem ser recebidos por mais que não esteja previsto.
  • Valores a receber de contas poupança ou corrente que foram encerradas com saldo disponível;
  • Recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados;
  • Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito.

Ou seja, para clientes que solicitaram algum dos serviços acima, é interessante fazer a consulta.

Como consultar os valores a receber

Outro site era usado para fazer a consulta, porém ocorreram diversos problemas, sendo que o atual é valoresareceber.bcb.gov.br.

Sendo assim, na mensagem “Consulte aqui se você ou sua empresa possuem valores a receber no Sistema Financeiro”, acesse o link.

Depois disso, informe se pretende consultar por meio do CPF ou CNPJ, bem como indique a sua data de nascimento ou de início da empresa.

Dessa forma, toque em “consultar” e saiba se tem algum valor a receber.

Como resultado, caso a resposta seja positiva, você receberá a data e período em que deve ser feita a solicitação do valor.

Assim, a data dos valores a receber é agendada conforme o seu ano de nascimento ou a criação da sua empresa, entenda a seguir:

Data de criação da empresa ou data de nascimento da pessoaPeríodo de agendamentoQuando ocorre a repescagem para os que perderam a data de agendamento
Antes de 1968Entre 7 e 11 de março12/03
De 1968 a 1983 De 14 a 18 de março19/03
Depois de 198321 a 25 de março26/03

Logo após entender a data, é importante conferir o período de agendamento dos valores a receber que seria das 4h às 14h ou das 14h às 24h.

Para os que perderam a data e o período, não é preciso se preocupar!

Basta fazer uma nova consulta e não deixar de retornar ao site na data e período indicados.

Caso não compareça, é necessário voltar no sábado da repescagem, conforme destacamos na tabela acima.

Outro ponto que deve ser esclarecido é o seguinte:

Os brasileiros que não consultarem os valores a receber e não solicitarem o resgate, não precisam ficar apreensivos porque caso haja valor disponível, ele continuará guardado.

Isso significa que o valor não pode ser perdido.

Informações importantes

O próprio Banco Central evidencia que não dá para fazer a consulta em outro site além do que destacamos acima.

Ou seja, nem mesmo no site do BC é possível solicitar ou dentro do sistema Registrato.

Além disso, você deve ficar atento aos golpes: ninguém deve entrar em contato com você em nome do sistema de valores a receber ou do BC.

E além do site próprio para a consulta, a empresa não tem nenhum outro link.

Com relação aos requisitos, entenda que você deve ter um CPF ou CNPJ, bem como precisa ter login Gov.br nível prata ou ouro para acessar e fazer o resgate.

Assim, caso não tenha login Gov.br, não se preocupe! Basta cadastrar-se de forma gratuita no App Gov.br.

Portanto, clique em um dos links para baixar o aplicativo em seu IOS ou Android.

Por fim, conheça a diferença entre cartão de crédito e débito.

Escrito por Luciana Sampaio

Entusiasta de novas tecnologias e da escrita, encontrou no Jornal útil a oportunidade de escrever sobre temas do seu interesse que englobam o mercado financeiro.