Tipos de empréstimo – Saiba o ideal em seu caso

O empréstimo é oferecido por uma empresa ao cliente que precisa de determinado valor e pretende devolvê-lo em um prazo específico. Dessa forma, diversos são os tipos de empréstimo.

Anúncios

Os diferentes tipos de crédito podem ser diferenciados por meio das condições ou até mesmo do público que pode solicitar, algo que iremos abordar a seguir.

Mas, antes é importante que você entenda o seguinte:

O empréstimo é uma dívida que deve ser obtida somente quando o cliente tem um objetivo definido em seu planejamento financeiro.

Assim, é possível evitar os débitos desnecessários e manter a vida financeira em ordem.

Tipos de empréstimo – Pessoal

Quando falamos em crédito é comum que o primeiro a ser citado seja o pessoal, tendo em vista que é o mais simples e famoso.

Anúncios

Como grande diferencial, os clientes que solicitam o crédito não precisam necessariamente justificar o motivo do seu pedido ou oferecer um planejamento do uso do valor.

Isto é, apesar de em alguns casos esta informação ser questionada no momento da solicitação, saiba que o consumidor tem toda a liberdade de usar o valor da forma que preferir.

Portanto, caso você esteja enfrentando um problema financeiro, queira investir ou ampliar o seu negócio, sinta-se à vontade para obter este crédito!

Como principais requisitos para a solicitação, vale destacar a necessidade de ter mais de 18 anos e um documento de identidade válido, assim como o CPF.

Geralmente as empresas exigem que o cliente more no Brasil e podem consultar os órgãos de proteção ao crédito para a disponibilização do serviço, sendo necessário ter o nome limpo.

Crédito consignado

Dentre os tipos de empréstimo, também devemos destacar o consignado, no qual o valor de cada parcela é descontado diretamente da folha de pagamento ou do benefício do INSS.

Ou seja, é uma opção para os indivíduos que trabalham de carteira assinada, servidores públicos, aposentados e pensionistas.

E tendo em vista que o risco de inadimplência é mínimo, os bancos e financeiras aplicam taxas de juros inferiores.

Outro grande benefício seria a possibilidade de conferir um prazo de pagamento maior (até 84 vezes, correspondendo a 7 anos).

No entanto, note que nem sempre o funcionário com carteira assinada tem as mesmas condições que um aposentado, servidor público ou pensionista, pois ele pode ser demitido a qualquer momento.

Um dos requisitos para obter este tipo de empréstimo seria o de ter a margem consignável disponível.

A margem indica o valor máximo que o agente distribuidor de crédito pode retirar de forma automática do seu salário ou benefício a fim de pagar pelas parcelas do empréstimo.

Vale falar que para obter o crédito pessoal é necessário ter o nome limpo, pois a maioria das instituições consulta os órgãos de proteção ao crédito.

No caso do consignado, a possibilidade de obter o empréstimo mesmo estando negativado é maior, devido a segurança de pagamento.

Empréstimo com garantia

Em terceiro lugar, há os tipos de empréstimo com garantia de bem, uma operação de nome “alienação fiduciária”.

Basicamente, o cliente que tem um imóvel, automóvel, jóia, ou qualquer outro ativo que se encaixe como garantia, oferece como garantia de pagamento do crédito.

Dessa forma, o bem fica alienado à instituição financeira que vai emprestar o dinheiro, possibilitando outra forma de diminuir os riscos de inadimplência.

Como resultado, os juros são menores e o prazo de pagamento é maior.

Vale destacar que o cliente segue como proprietário do seu bem e no caso do imóvel, por exemplo, é possível usá-lo normalmente.

Somente há o risco de perder o bem caso este cliente se torne inadimplente e todas as alternativas de renegociação de dívida sejam esgotadas.

Aqui, também há a possibilidade de solicitar mesmo estando negativado.

Tipos de empréstimo – Consolidado

Por outro lado, podemos falar sobre este serviço bancário que permite o acúmulo de diversas dívidas numa só.

Isto é, engloba-se parte ou todos os créditos em um único empréstimo em que o valor pago mensalmente é menor quando comparamos com o pagamento de cada dívida individualmente.

Como resultado, é possível conferir taxas de juros mais atrativas.

Por isso, é uma excelente alternativa financeira para as famílias que estão enfrentando dificuldade financeira e com o passar dos anos, acumularam muitas dívidas.

Porém, há uma informação importante para que os pretendem obter o crédito consolidado:

É preciso ter um fiador para aceder ao empréstimo, caso tenha prestações em atraso.

Antecipação do 13° salário

Como última opção dos tipos de empréstimo, vale destacar a antecipação do décimo terceiro salário.

Este salário funciona como uma gratificação prevista na Lei 14.749/2021, sendo que o pagamento é feito em 2 parcelas.

A primeira é paga de 1º de fevereiro a 30 de novembro, podendo também ser adiantada na saída de férias.

Já a segunda é paga no dia 20 de dezembro.

Mas, alguns bancos antecipam o pagamento do 13º através de um crédito para os que necessitam do valor antes do prazo definido.

Dentre eles, podemos destacar o Banco do Brasil, Santander, Itaú e Bradesco.

Assim, a alternativa é excelente para os que precisam de dinheiro com urgência e não querem ter que lidar com uma dívida.

Tipos de empréstimo – Comparação das taxas

De acordo com os dados divulgados pelo Banco Central no ano de 2020, os empréstimos tinham o seguinte valor anual de juros:

  • Pessoal – 119,5%;
  • Consignado – 22,5%;
  • Empréstimo com garantia de imóvel – 9,9%;
  • Empréstimo com garantia de veículo – 12,5%.

Não há uma taxa definitiva para o crédito consolidado, por isso, indicamos que você realize a simulação para entender detalhes.

E com relação à antecipação do 13°, saiba que os juros são de 1,67% a 4,59% ao mês (não encontramos um valor anual no site do Banco Central).

Decidimos fazer a comparação com base nas taxas de juros porque isso pode te ajudar a definir o seu empréstimo.

Note que em grande parte dos casos é mais válido obter um crédito consignado ao invés do pessoal, pois as taxas do segundo são mais de 5 vezes maiores anualmente.

Por outro lado, caso não tenha margem consignável e esteja negativado, dá para contar com o crédito com garantia, pois os juros são ainda menores.

De modo geral, queremos lhe mostrar que há diversas opções no mercado.

Ou seja, você não precisa se submeter a uma operação bancária com taxas abusivas, basta conhecer as opções disponíveis e definir a melhor.

Logo em seguida, pesquise bastante e saiba comparar entre os bancos para quitar as dívidas ou realizar o seu sonho.

Escrito por Luciana Sampaio

Entusiasta de novas tecnologias e da escrita, encontrou no Jornal útil a oportunidade de escrever sobre temas do seu interesse que englobam o mercado financeiro.