Anúncios

Quais contas pagar primeiro estando endividado?

Com o final do mês se aproximando a seguinte dúvida vem à mente: quais contas pagar primeiro estando endividado?

Anúncios

Aluguel, gás, luz, água, fatura do cartão alta, empréstimo, medicamento ou financiamento.

Anúncios

Embora esta seja uma fase difícil e estressante, decidimos desenvolver este conteúdo para ajudá-lo a resolver a situação priorizando algumas dívidas.

Portanto, entenda a seguir uma boa ordem que deve ser seguida:

Quais contas pagar primeiro – Despesas essenciais

Todas as contas básicas devem ser pagas primeiro como a de luz, água e gás.

Isso porque caso você não pague estas contas, o serviço pode ser cortado pelo fornecedor e a sua qualidade de vida impactada diretamente.

Anúncios

Uma informação interessante é que todas as empresas de fornecimento devem avisar, pelos menos 15 dias antes de deixar de disponibilizar o serviço.

Sendo assim, depois de pagar as contas básicas, tenha em mente economizar neste tipo de despesa para não ter uma surpresa indesejada no próximo mês.

Com relação ao aluguel, entenda que ele também deve ser priorizado, tendo em vista que a inadimplência pode fazer com que o seu nome seja envolvido em processos na justiça, além de haver o risco de despejo.

Outros tipos de despesas essenciais são alimentação e saúde.

Certifique-se de guardar o dinheiro para fazer as compras semanais de comida, assim como de medicamentos ou até mesmo o valor para pagar o convênio.

Anúncios

Dívidas que envolvem os bens 

Quando falamos em quais contas pagar primeiro, caso você esteja pagando o financiamento da sua casa ou de qualquer imóvel da família, tenha em mente que esta será a segunda prioridade.

Novamente, a inadimplência neste caso afeta diretamente a sua qualidade de vida, visto que o bem pode ser perdido.

Dessa forma, podemos também incluir o financiamento de automóvel para não perder o seu veículo, tal como qualquer empréstimo com garantia de bem como imóvel, carro, jóias ou até mesmo o seu celular.

Quais contas pagar primeiro – Dívidas com juros altos

Em terceiro lugar, pague a fatura do seu cartão de crédito e o cheque especial.

Estas são dívidas famosas porque os juros aplicados são altíssimos. Por isso, entenda como isso pode afetar a sua vida:

Suponhamos que o cliente tem uma dívida de R $1.500,00, sendo que 8,5% ao mês é aplicado como taxa.

Com toda a dificuldade para manter as contas em dia, ele deixa de pagar a dívida por 1 semestre.

Considerando os juros compostos, a dívida do cliente pula para R $2.447,20,isto é, com apenas 6 meses, o aumento foi de 63%.

Por outro lado, vamos pensar em outro consumidor com uma dívida de R $1.700,00, porém os juros são de 3% ao mês.

Ele enfrentou um imprevisto e não conseguiu pagar por 1 ano.

Neste caso o crescimento da dívida é de 42%, saltando para R$2.423,79.

Portanto, note que com os juros inferiores, a dívida cresce menos em mais tempo.

Sendo assim, pague as dívidas com juros altos e acabe com outros problemas como nome sujo ou impossibilidade de obter outros serviços financeiros por ter um histórico de mal pagador.

Contas não essenciais 

Ainda falando sobre quais contas para primeiro estando endividado, lembre-se das contas da tv por assinatura, serviços de streaming, telefone, internet e crédito para celular.

Embora sejam serviços importantes, não são essenciais em nossa vida, ocupando a quarta e única posição porque costumam ter menores taxas de juros quando comparadas com produtos bancários.

Quais contas pagar primeiro – Não esquecer de pagar as contas 

Como dica final, lembre-se de que não são todos que ficam negativados porque deixaram de pagar as contas por falta de recursos.

É possível que você não pague determinada conta porque simplesmente se esqueceu e gasta o dinheiro.

Dessa forma, trabalhe com estratégias para pagar cada uma das contas corretamente como o débito automático.

Outras dicas interessantes são as seguintes:

  • Coloque as contas na agenda do celular para receber alertas e pagar em dia;
  • Use planilhas e anote o que já foi pago;
  • Divida a responsabilidade com outra pessoa;
  • Anote tudo o que pretende comprar e certifique-se de que é capaz de pagar;
  • Pague todas as dívidas assim que receber.

Por fim, não deixe de conferir o nosso conteúdo sobre o planejamento financeiro a fim de ter mais tranquilidade com a vida financeira.

Escrito por Luciana Sampaio

Estudante de engenharia da computação, entusiasta de novas tecnologias e da escrita, encontrou no Jornal útil a oportunidade de escrever sobre temas do seu interesse que englobam o mercado financeiro.