Publicidade
in

Coronavírus: Primeira morte confirmada na Europa

Publicidade

Um turista chinês morreu na França depois de contrair o novo coronavírus – a primeira fatalidade da doença fora da Ásia.

A vítima era um homem de 80 anos da província chinesa de Hubei, de acordo com o ministro da Saúde francês Agnès Buzyn.

Ele chegou à França em 16 de janeiro e foi colocado em quarentena no hospital de Paris em 25 de janeiro, disse ela.

Apenas três mortes haviam sido relatadas fora da China continental – em Hong Kong, Filipinas e Japão.

Publicidade
Publicidade

No entanto, mais de 1.500 pessoas morreram do vírus na China, principalmente em Hubei, onde surgiu pela primeira vez.

Outras 2.641 pessoas foram confirmadas como infectadas, elevando o total da China para 66.492.

No final de janeiro, a França se tornou o primeiro país europeu a confirmar os casos do vírus. Ele teve 11 casos confirmados da doença, oficialmente chamados Covid-19. Seis pessoas permanecem no hospital.

O homem falecido estava em uma condição crítica no hospital Bichat, no norte de Paris, disse o ministro da Saúde. Ele morreu de uma infecção pulmonar devido ao coronavírus.

Publicidade

A filha do homem está entre os infectados, mas ela está se recuperando, disse Buzyn.

Publicidade

Cinco dos casos na França são cidadãos britânicos que pegaram o vírus em um chalé na estação de esqui de Contamines-Montjoie.

Fora da China continental, houve mais de 500 casos em 24 países

Mais cedo, os EUA disseram que estavam enviando um avião ao Japão para evacuar os americanos presos no navio Diamond Princess, que está sendo mantido em quarentena em um porto japonês.

Publicidade

Das 3.700 pessoas a bordo, 218 foram positivas para o vírus. A Austrália também disse que estava considerando remover seus cidadãos do navio.

Escritor por [email protected]

Equipe de redatores do Jornal Útil. Análise de qualidade e relevâncias dos temas que são postados em nosso site.