Publicidade

in

Liverpool amassa Flamengo de Jorge Jesus.

Publicidade

Roberto Firmino marcou no prolongamento para entregar ao Liverpool o primeiro triunfo na Copa do Mundo de Clubes da FIFA, quando a equipe de Jurgen Klopp acabou com a resistência do campeão brasileiro Flamengo no Catar.

Firmino, que marcou um dramático vencedor no tempo de lesão contra Monterrey para levar o Liverpool à final, produziu um final composto aos 99 minutos, quando os Reds se tornaram o segundo time inglês a vencer o torneio, depois do Manchester United em 2008.

Publicidade

Publicidade

Em uma conclusão dramática para o tempo normal, o Liverpool viu uma decisão de penalidade na hora da lesão ser derrubada depois que Sadio Mane caiu sob um desafio de Rafinha, com o árbitro Abdulrahman Al Jassim revertendo seu veredicto inicial depois de verificar o monitor de campo após uma consulta com o assistente de vídeo juiz.

O atacante brasileiro Firmino desperdiçou a oportunidade de colocar o Liverpool à frente no primeiro minuto no Estádio Internacional Khalifa, passando por cima do bar antes de Naby Keita e Trent Alexander-Arnold também desperdiçarem chances iniciais, já que os líderes da Premier League tiveram um começo empolgante.

Firmino agonizantemente acertou o poste e Mohamed Salah chutou pouco depois do intervalo, mas o Flamengo respondeu bem à pressão precoce nas duas partes e colocou problemas no Liverpool – tentativa de chute de bicicleta do atacante Gabriel Barbosa, tipificando a crescente confiança da seleção brasileira.

O Liverpool sofreu um golpe na lesão quando Alex Oxlade-Chamberlain parecia ter caído desajeitadamente no tornozelo, e com a perspectiva de um tempo extra se aproximando do poderoso chute de Jordan Henderson na lateral da área, foi soberbamente derrubado pelo goleiro Diego Alves.

O avanço de Firmino no primeiro tempo da prorrogação proporcionou grande alívio para a equipe de Klopp, e embora Salah tenha sido negado por Alves logo depois, a equipe da Premier League conseguiu ver o segundo período ileso.

O time mexicano de Monterrey derrotou o Al Hilal da Arábia Saudita por 4 a 3 nos pênaltis, depois de um empate por 2 a 2 e conquistar o terceiro lugar.

A aposta na equipe de Klopp compensa
O técnico Klopp disse que queria mudar a percepção da Copa do Mundo de Clubes na Europa enquanto o time do Liverpool se preparava para enfrentar um time do Flamengo que recebeu “uma ordem clara de vencê-lo e voltar para casa como heróis”.

Tendo escolhido se concentrar na Copa do Mundo de Clubes, o Liverpool conquistou o time mais jovem de todos os tempos ao sair da Carabao Cup na terça-feira, derrotando o Aston Villa por 5-0. Apenas 24 horas depois, os Reds estavam ocupados assegurando sua primeira aparição na final da Copa do Mundo de Clubes desde que perderam para o Brasil em São Paulo em 2005, vencendo Monterrey por 2 a 1, cortesia do dramático vencedor de Firmino na quarta-feira.

Apesar de ter escolhido seus jogadores mais experientes, Klopp foi forçado a nomear uma equipe improvisada contra Monterrey devido a lesões e doenças, mas recebeu o defesa defensivo Virgil van Dijk, junto com Alexander-Arnold, Firmino e Mane contra o Flamengo.

E como ele precisava do seu lado mais forte para enfrentar esse difícil concurso, no qual parecia cada vez mais não ser a tarde do Liverpool. Depois de não ter aproveitado um excelente começo, o Liverpool ficou sob pressão quando o extremo Bruno Henrique ameaçou pela direita e Barbosa incomodou a defesa.

Mas a equipe de Klopp se aprofundou, apesar da frustração do pênalti de Henderson e do chute de Mane na morte, e ganhou sua recompensa, já que Firmino mais uma vez teve a palavra crucial.

O vencedor do minuto 99 justificou a decisão de Klopp de buscar o primeiro triunfo da Copa do Mundo de Clubes sobre o progresso da Carabao Cup, enquanto entregava uma final divertida que certamente chamou a atenção em casa.

Publicidade

Escritor por [email protected]

Equipe de redatores do Jornal Útil. Análise de qualidade e relevâncias dos temas que são postados em nosso site.